segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Os Espinhos


O Espinho do Limoeiro

Semana passada me machuquei no espinho de um limoeiro que tem fundo do quintal da minha casa. Havia um galho que estava atrapalhando a passagem, e ele estava na altura dos olhos, e podia causar um dano maior. Resolvi quebrar o galhinho cheio de espinhos com a mão mesmo. Escolhi o lugar certo para colocar os dedos, na tentativa de não me ferir. Quebrei o galho, e no movimento de dobrar o galhinho para quebra-lo completamente, acabei sendo "furado" por um espinho consideravelmente grande.

Foi apenas uma picada. O fato é que o espinho atingiu logo a junta do dedo indicador. Bom.. o tempo passou, e logo a noite o dedo inchou, e ficou dolorido, pois o espinho atingiu o nervo. Foi apenas um furinho, pequeno, um pequeno machucado, mas foi o suficiente para causar um grande dano. Não conseguia nem tocar violão nos dois primeiros dias, o dedo inchou e não se movia como o outro.

Hoje ta tudo normal graças a Deus, mas pude aprender um poquinho com isso.

No momento em que o espinho feriu meu dedo, na mesma hora veio aquela lembrança que só mesmo o Espirito Santo pode trazer, foi algo quase que automático. Quando senti aquela dor aguda, veio o Espirito Santo de trouxe a lembrança:

Se este espinho, sendo apenas um, e ainda no dedo, causa tanta dor, imagina como Jesus sofreu por você, sendo que Ele recebeu uma coroa de espinhos que feriram a cabeça, dando passagem para seu sangue escorrer por todo o rosto.

Eu fiquei pensando nisso durante esses dias.

Quantas vezes nos sentimos feridos, muita vezes são pequenas feridas, é uma picadinha de nada, mas se essa picadinha de nada atingir o lugar indevido, o problema pode ser ainda maior. E muitas vezes não queremos aceitar os espinhos da vida. Esperamos viver dias de rosa, mas rosas sem espinhos.

Infelizmente, depois que Adão e Eva pecaram, os espinhos começaram a nascer neste mundo.

O espinho é o maior símbolo do pecado.

Falar de espinho é falar de dor, de sofrimento, lágrimas, feridas, morte.
O que mais me impressiona, é compreender como Deus é perfeito em tudo que faz. Sendo o espinho o símbolo maior do pecado, Jesus, que não teve pecado, recebeu na sua cabeça uma coroa de espinhos. Quando Ele tomou a coroa de espinhos, de forma profética Ele estava dizendo:

"Eu estou levando em mim, em minha cabeça todo seu sofrimento, dor, todo seu pecado, pois sendo eu o cabeça da Igreja trago em minah cabeça a coroa de espinhos"

Hoje, mesmo tendo sofrimentos passageiros, podemos ter esperança em Cristo, pois Ele é o nosso socorro. Ele levou em si mesmo aquilo que merecíamos. Provou o seu amor, dando o maior exemplo de obediência e submissão, humilhando a si mesmo, até a morte, e morte de CRUZ.

Que Deus abençoe você!

Graça e Paz!

Dieison Henrique


Vale a pena ler e ouvir este louvor do Grupo Logos:


ESPINHOS

Senhor Jesus eu não entendo o espinho,
Mas se a cruz é o Fim deste caminho,
Dá-me mais graça,
Não sou maior que meu Senhor
Apenas servo sou,
Apenas servo e nada mais.

Se as pontas aguçadas da coroa
Te feriram ó cabeça
Eu que sou corpo
Parte do teu corpo,
Não devo reclamar.

Dá-me mais graça Senhor!
Dá-me mais graça!
Passa os teus dedos nos meus olhos
Vem me consolar.
Dá-me mais graça Senhor!
Dá-me mais graça!
Faz me em cristo outra vez,
Ser ,mais que vencedor.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...